Como tudo acontece.

Entenda nossa operação e descubra onde estamos.

O que fazemos

Hoje, 95% do potássio consumido no Brasil, principalmente para alimentação, é importado. Queremos diminuir essa dependência, sendo um fornecedor-chave para o setor agropecuário.

A maior parte do potássio usado no nosso país vem de minas que estão a até 20.000 quilômetros de distância, no Canadá, Rússia, Alemanha e Israel. Como o depósito mineral de Autazes fica dentro do país, a apenas oito quilômetros do Rio Madeira, um dos rios nacionais mais importantes, a distância de entrega será reduzida. Com isso, a emissão de gases de efeito estufa produzidos pelo transporte, que são uma das causas do aquecimento global, também diminuirá muito.

Essa redução pode ser de até 65% na comparação, por exemplo, com o potássio extraído na reserva de Saskatchewan, no Canadá, que representa 32% do consumo brasileiro.

O potássio que vem de lá passa por ferrovias, navios e caminhões até chegar ao destino final, no Brasil, emitindo cerca de 508 mil toneladas de CO2 por ano.

Levando em conta uma taxa de produção de 2,4 milhões de toneladas por ano e trocando a reserva do Canadá pela de Autazes, vai ser possível remover da atmosfera emissões equivalentes à produção anual de 107 mil carros.

Da terra para a terra

1

Pesquisar

Durante cerca de oito anos fizemos pesquisas intensas para entender o mercado e a região onde operamos. Buscamos identificar, não só, os depósitos minerais de potássio, as particularidades do negócio e as necessidades do Brasil em relação a esse minério, mas compreender as características das comunidades e da região do Projeto Autazes.

2

Extrair

Na área do projeto, o potássio é encontrado em uma rocha chamada silvinita, que está a 800 metros de profundidade. Essa rocha é composta por cloreto de potássio e cloreto de sódio (o sal de cozinha) e foi formada pela evaporação de mares há milhares de anos. Equipamentos abrirão galerias subterrâneas para chegar à silvinita e retirar o material.

3

Beneficiar

A silvinita extraída do subsolo será levada para a superfície e moída. Os grãos receberão uma injeção de água quente que dissolverá o cloreto de potássio existente na silvinita. Depois, a água será resfriada, fazendo com que o sal volte ao estado sólido e se separe do líquido. O cloreto de potássio obtido nesse processo vai compor misturas de fertilizantes.

4

Nutrir

Os fertilizantes elaborados com o potássio enriquecem o solo, tornam as lavouras mais resistentes a pragas e ajudam a melhorar a qualidade dos produtos colhidos.

5

Alimentar

A agricultura próspera e os alimentos chegam à sua mesa enriquecidos pelo minério, que é essencial à saúde humana.

6

Reutilizar

O cloreto de sódio, que está junto com o potássio encontrado na rocha, também pode ser comercializado, aumentando a utilização do que é colhido. O que não for aproveitado, será armazenado e, mais tarde, será usado para fechar as galerias subterrâneas.

  • 1   /   6

O projeto

A fase de implantação e construção deve durar quatro anos e meio.

Autazes é um município com pouco mais de 37 mil habitantes e dificuldades de infraestrutura. Segundo dados do IBGE, a maior parte dos moradores não tem acesso a saneamento básico adequado e sofre com falhas na rede elétrica. Em cerca de 50% dos domicílios o rendimento por pessoa é de meio salário mínimo.

A Potássio do Brasil vai gerar cerca de 1.200 vagas de emprego diretas na fase de implantação e 1.500 na fase de operação. Cada emprego direto deve dar origem ao quádruplo de vagas indiretas.

O município também deve se beneficiar com o aumento das receitas fiscais, recebendo mais recursos que podem ser investidos em escolas, qualidade da água, estradas e serviços de saúde.

Sozinho, o depósito de Autazes é capaz de suprir, nos próximos 30 anos, de 20 a 30% do potássio que o Brasil necessita anualmente.

O potássio

O potássio é um elemento essencial para o processo de crescimento das plantas. Quando falta potássio no solo, os vegetais ficam menos resistentes às mudanças climáticas e ao ataque de pestes. A qualidade das lavouras também é comprometida, com caules mais fracos, grãos de tamanhos menores e formatos irregulares.

O solo brasileiro é pobre em potássio, por isso, é necessário adicioná-lo como fertilizante.

Nossa saúde também depende de potássio. A carência desse elemento no corpo humano pode provocar câimbras, problemas de crescimento, dificuldades respiratórias, derrames e até a diminuição dos batimentos cardíacos.

Onde estamos?

A base técnica da Potássio do Brasil fica em Autazes, a 120 quilômetros de Manaus, no estado do Amazonas, onde está o depósito mineral identificado pela empresa.

A área do projeto era usada apenas para pecuária. Além da mina, que ficará no subsolo, serão construídos uma planta industrial para o tratamento do minério, um porto para escoamento do material e a estrada que liga a planta e o porto vai ser ampliada.

A sede administrativa da Potássio do Brasil está em Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. A cidade conta com vários especialistas no setor e muitas empresas do ramo, facilitando a interação com o mercado.

Sede Administrativa Sede Operacional

Casa Luz da Infância, Autazes-AM

Você sabia que ...

Especialista envolvidos nos estudos ambientais do projeto Autazes identificaram 10 espécies potencialmente novas enquanto catalogavam animais que vivem nas redondezas.

Você sabia que ...

Na região do projeto existem rochas com idades entre 250 e 300 milhões de anos, o que significa que elas estavam ali antes dos dinossauros aparecerem no planeta.

Você sabia que ...

As reservas de potássio são resultado da evaporação de mares antigos.

Você sabia que ...

Foram feitos estudos para identificar vestígios arqueológicos na área do empreendimento. A análise desses vestígios pode ajudar a entender a história da região.

Você sabia que ...

O potássio é o sétimo elemento químico mais abundante na crosta terrestre e é representado pela letra K na tabela periódica.

Você sabia que ...

O potássio é o segundo elemento químico mais leve na natureza.

Você sabia que ...

Apesar da importância do potássio para o corpo humano, ele nunca deve ser consumido em estado puro porque pode ser fatal. Para mantermos a saúde em dia, basta ingerir alimentos que contenham o elemento, como a banana, amendoim, abacate, beterraba, couve-flor e nozes.

Você sabia que ...

Dietas ricas em potássio são benéficas para hipertensos porque ele reduz a pressão arterial.

Você sabia que ...

O carbonato de potássio é usado para fazer vidros especiais.

Você sabia que ...

O hidróxido de potássio é empregado na produção de detergentes e sabões líquidos.

Você sabia que ...

Não existe nenhum substituto conhecido para o potássio.

  • 1   /   11